img

Memória histórica sobre os diamantes

José de Resende Costa


A cidade de Resende Costa tem, agora, o privilégio de conhecer o primeiro livro escrito por um de seus filhos, em 1836. O filho é José de Rezende Costa, inconfidente no século 18 e Conselheiro do Império do Brasil no século 19. O livro: Memória histórica sobre os diamantes. A Associação dos Amigos da Cultura de Resende Costa (amiRCo) presenteia a cidade com o livro do nosso conterrâneo, completando, assim, onze publicações de sua Coleção Lageana. Os resende-costenses foram duplamente premiados: o livro e a chancela da mais importante biblioteca do Brasil, a Fundação Biblioteca Nacional (FBN), onde repousa o texto original de 1836. Afinal, o autor estudou, foi preso, condenado e, posteriormente, viveu e trabalhou por 32 anos no Rio de Janeiro. Resende Costa e a amiRCo se sentem honradas e agradecidas com essa parceria na produção do livro. Por fim, a amiRCo agradece ao Fundo de Cultura do Estado de Minas Gerais (FEC), sem o qual não existiriam a Coleção Lageana, os doze livros editados e, em especial, o livro do nosso José de Rezende Costa (o filho).
José de Resende Costa
José de Resende Costa foi um militar brasileiro que tomou parte na Inconfidência Mineira. Ocupou o posto de capitão do Regimento de Cavalaria Auxiliar da vila de São José del Rei. Sua participação na Inconfidência Mineira não terá sido efetiva, pois esteve limitada apenas ao consentimento. Seu envolvimento no levante lhe rendeu o degredo para a África e o confisco de parte dos seus bens.

Idioma: Português (Brasil)

Ano de publicação: 2016

Edição:

Número de páginas: 108