img

Móbiles de areia

Evaldo Balbino


Este é o primeiro livro em prosa do poeta Evaldo Balbino. A obra é composta por 33 crónicas, sendo quatro delas inéditas e as outras publicadas em “Retalhos Literários”, coluna assinada pelo autor no Jornal das Lajes desde 2009, e em outras antologias. Revisitando o passado da sua pequena cidade, ora sob a visão de um menino adulto ou de um adulto-menino, o autor revela a essência que permeia todo o livro: a palavra em estado poético, o barro enquanto origem, a humildade, a memória, o medo, o tempo, a morte, o sagrado, os desejos, as multiplicidades dos seres. Na faina do oficio poético, em que ler e escrever se misturam, Balbino extrai a matéria para as suas crónicas do cotidiano, das lembranças e das leituras de Platão, Santo Agostinho, Nietzsche, Safo, Luís de Camões, Olavo Bilac, Manuel Bandeira, Adélia Prado, Carlos Drummond de Andrade, Clarice Lispector, Rubem Braga, Manuel Bandeira, Octavio Paz, Júlio Verne, Francesco Alberoni, Antônio Machado, Virginia Woolf, Monteiro Lobato, João Cabral de Melo Neto e outros.
Evaldo Balbino
Evaldo Balbino (1976) nasceu em Resende Costa, Minas Gerais. Des. 1995 reside em Belo Horizonte, onde é professor de Língua Portuguesa da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) desde março de 2011. E autor em Literatura Comparada (2005), mestre em Literatura Brasileira (2001) e licenciado em Letras Português (1998). Publicou o livro de poesias Moinho (Belo Horizonte: Scriptum, 2006), premiado em concurso promovido pela Associação Pró-Cultura Palácio das Artes-APPA / Fundação Clóvis Salgado e pelo Suplemento Literário de Minas Gera. E também autor do livro de poemas Filhos da pedra (São Paulo: NELPA, 2012), que recebeu menção honrosa no Prêmio Eugênio Coimbra de Poesia em 2000, realizado pela Secretaria de Cultura da Cidade do Recife, Pernambuco. Dentre os prêmios conquistados pelo autor, destacam-se: Menção Honrosa no VII Concurso de Contos Paulo Leminski, Troféu Florbela Espanca de Poesia no II Prêmio de Poesia Florbela Espanca, Menção Honrosa no X Concurso de Poesia Raul de Leoni (Academia Petropolitana de Poesia Raul de Leoni, RJ); 10 lugar no Concurso Alfenense de Poesia (Universidade de Alfenas, MG); 10 lugar no Concurso de Poesias Fábio Montenegro (Casa do Poe. Brasileiro de Praia Grande, SP). É colunista do Jornal das Lajes, onde publica mensalmente crónicas na coluna “Retalhos Literários” (www.jornaldaslajes.com.br). Sua página na internet é www.evaldobalbino.com.br.

Idioma: Português (Brasil)

Ano de publicação: 2012

Edição:

Número de páginas: 156